segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Conheces este animal? - Gaio (Garrulus glandarius)

Características, reprodução, alimentação e distribuição do Gaio (Garrulus glandarius)
Luc Viatour / www.Lucnix.be

Nome: Gaio (Garrulus glandarius)


Características: O gaio é um animal de dimensões médias, cerca de 35cm de comprimento e 58cm de envergadura. É uma ave florestal que gosta particularmente de imitar o canto e o chamamento de outras aves. Em relação à plumagem esta é uma ave bastante colorida, apresenta uma coroa alistada de cinzento e branco, com uma facha preta que se assemelha a um bigode, o peito e a barriga apresentam uma tonalidade castanho rosada e as asas são pretas com uma barra branca larga, uma parte da cobertura é azul com riscas pretas. O uropígio é branco e a cauda é preta. O bico é preto, curvo e forte.


Alimentação: Em relação à alimentação, este é um animal omnívoro, uma vez que se alimenta de invertebrados nomeadamente escaravelhos, larvas, frutos e sementes. Durante a época de verão alimenta-se sobretudo nas árvores, e nas restantes alturas do ano alimenta-se essencialmente no solo.

Características, reprodução, alimentação e distribuição do Gaio (Garrulus glandarius)
Hans-Jörg Hellwig


Reprodução: A época de reprodução deste animal inicia-se com a construção do ninho no início da primavera. O ninho é construído em arbustos ou árvores e os gaios utilizam sobretudo folhas, musgos, ervas e pequenos galhos para efetuar a construção. Por volta do mês de abril, começam a postura de 5 a 7 ovos e de seguida a fêmea procede à sua incubação por um período de cerca de 17 dias. Após o nascimento das crias, os progenitores alimentam-nas por um período de 21 dias, ao fim do qual estão prontas para abandonar o ninho.


Distribuição: Esta ave está distribuída por todo o Paleártico, desde o norte de África até à Europa e ao leste do Japão. Em Portugal esta ave pode ser encontrada um pouco por todo o país, no entanto, é mais abundante no norte e no centro, nomeadamente em florestas, bosques e jardins.

quinta-feira, 10 de Abril de 2014

Caverna Voronya - o maior abismo terrestre


Uma caverna é uma cavidade rochosa debaixo do solo, com tamanho suficiente para um homem poder aí movimentar-se. Uma caverna é formada ao longo de milhares de anos, através de vários fenómenos químicos, biológicos, atmosféricos ou tectónicos. Pode também ser formado através de fenómenos sísmicos. Existem cavernas de variados tamanhos, comprimentos e profundidades, mas nenhuma bate a caverna Voronya, também conhecida como caverna Krubera-Vorónia. 




A caverna Voronya é o maior abismo terrestre do mundo, atingindo a profundidade de 2,191 metros. Situa-se no Maciço Arabika, na Abecásia, na zona do Cáucaso. A caverna Voronya foi descoberta por descobridores georgianos em 1960, tendo feito uma exploração inicial que os levou até aos 180 metros de profundidade. Ao longo dos anos, com as contínuas expedições aos confins da caverna Voronya, chegou-se à marca atual dos -2,191 metros. Até hoje, a maior profundidade atingida por ser humano foi alcançado por uma russo-ucraniana, ao chegar aos -2080 metros.


Apesar desta profundidade ser a máxima profundidade conhecida em terra, nos oceanos existe um abismo muito maior, sendo possível descer mais de 11.000 metros abaixo do nível do mar. Este abismo, o maior abismo conhecido em todo o planeta, chama-se Fossa das Marianas, e fica no oceano Pacífico. 

Fotos retiradas de www.anatoliamed.com







segunda-feira, 7 de Abril de 2014

Conheces este animal? - Cabra-montês (capra ibex)


Características, alimentação, reprodução e distribuição da Cabra-montês (capra ibex)
Foto de Karsten Dörre 

Nome: Cabra-Montês (Capra ibex)


Características: A cabra montês é um animal selvagem e de grandes dimensões. Apresenta uma altura de cerca de 75cm no dorso, um comprimento de 145cm e um peso aproximado de 70 a 100Kg. A cauda pode chegar aos 15cm de comprimento. Apresenta o corpo coberto de pelo com uma tonalidade parda. Na cabeça exibe chifres estriados e curvados para trás. As fêmeas são de menores dimensões e desprovidas de chifres. É um dos animais mais vigorosos e de maiores dimensões das regiões montanhosas. Vivem em pequenas manadas constituídas por fêmeas, crias e machos jovens. Os machos adultos vivem separados, de forma mais solitária, juntam-se apenas na época de reprodução.


Alimentação: Em relação à alimentação, esta espécie alimenta-se de plantas da alta montanha, de musgos e da pequena vegetação que encontra entre as pedras.


Reprodução: A época de reprodução deste animal inicia-se nos meses de outono e as crias nascem, regra geral em maio e junho. Após o nascimento as crias ficam ao cuidado das progenitoras, já que o macho gosta de uma vida mais solitária.

Características, alimentação, reprodução e distribuição da Cabra-montês (capra ibex)


Distribuição: Esta espécie habita as regiões montanhosas dos Alpes e dos maciços europeus, nomeadamente nas margens da bacia do mediterrâneo, em zonas de vegetação dispersa, de rochas e de pedras soltas.

quinta-feira, 3 de Abril de 2014

Classificação das folhas


Na Natureza, é possível encontrar folhas com variados formatos e características. Para classificar uma folha, considera-se o seu limbo, ou seja, a sua parte larga. Há três tipos de classificação:

- classificação das folhas quanto às suas nervuras
- classificação das folhas quanto à divisão do limbo
- classificação das folhas quanto à margem do limbo


  • Classificação das folhas quanto às suas nervuras


- uninérvea (tem apenas uma nervura)

Classificação das folhas


- paralelinérvea (tem várias nervuras, paralelas entre si)
Classificação das folhas

- peninérvea (tem uma nervura principal, de onde partem outras nervuras secundárias)

Classificação das folhas


- palminérvea (tem várias nervuras principais, que partem todas do mesmo ponto na base do limbo)

Classificação das folhas


  • Classificação das folhas quanto à divisão do limbo


- folha simples (é apenas composta por um limbo)

Classificação das folhas


- folha composta (folha composta por vários limbos)

Classificação das folhas


  • Classificação das folhas quanto à margem do limbo


- folha inteira (quando a margem do limbo é lisa)

Classificação das folhas
foto de nucleoaprendizagem.com.br

- folha recortada (quando a margem do limbo tem recortes)

Classificação das folhas


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude-nos a divulgar o nosso blog. Clique no botão abaixo.