terça-feira, 18 de Novembro de 2014

Experiência divertida - como é que as plantas absorvem a água


As plantas são seres vivos muito especiais, já que têm a capacidade única de transformar matéria inorgânica, como água e sais minerais, em matéria orgânica. As plantas são por isso uma das bases que sustentam a cadeia alimentar.

Como já sabes, as plantas retiram a água e sais minerais que necessitam para elaborar o seu próprio alimento do solo, através das suas raízes. A água e sais minerais, depois de serem absorvidos pela planta, são transportados até às folhas, onde serão utilizados na fotossíntese. Mas como é que isso acontece? Nesta experiência divertida poderás aprender como é que as plantas absorvem a água e os sais minerais.


Experiência divertida - como é que as plantas absorvem a água


Material:

- 3 folhas de couve (de preferência as mais novas, da região mais central, ou então, folhas de couve chinesa);
- 3 copos largos;
- água;
- corantes alimentares.

Procedimento:

Passo 1 - Começa por colocar água em cada copo, enchendo até metade. De seguida, deves deitar algumas gotas de corante alimentar em cada um dos copos (cerca de 10 gotas), utilizando para cada copo um corante alimentar diferente.

Passo 2 - De seguida, coloca as folhas de couve nos copos. Para isso, basta introduzires o talo da folha de couve submerso dentro de água. Em substituição da couve podes também utilizar flores, preferencialmente com pétalas de tons claros.

Passo 3 - Agora é esperar. Aguarda até ao dia seguinte, e verás o resultado da tua experiência.

Retirado do site Pagingfunmums.com


segunda-feira, 10 de Novembro de 2014

Conheces este animal? - Fuinha ou Marta (Martes foina)


Características, alimentação, reprodução e distribuição da Fuinha ou Marta (Martes foina).
Foto de Franco Atirador

Nome: Fuinha ou Marta (Martes foina)


Características: A Fuinha ou Marta é um mamífero de pequeno porte. Mede entre 40 a 50 cm, mas 25cm pertencem à cauda e pesam entre 1,1 e 2,5 Kg, embora as fêmeas sejam um pouco mais pequenas. O seu corpo é elegante e alongado com patas bastante curtas que terminam com cinco dedos portadores de garras fortes não retráteis. O corpo encontra-se coberto de pele com pelos macios e de tons acastanhados. Tem uma mancha na zona do peito, na garganta e nos membros anteriores, branca ou amarelada.


Alimentação: A fuinha é um animal bastante solitário e de hábitos noturnos, pelo que se alimentam de uma grande variedade de roedores, tais como esquilos, coelhos, ratazanas, répteis, aves pequenas e pelos seus ovos. Quando estes alimentos escasseiam também se podem alimentar de insetos, frutos, bagas e desperdícios humanos. É um animal que tem por hábito guardar as sobras das suas refeições, na sua toca, para um período posterior em que se verifique escassez.

Características, alimentação, reprodução e distribuição da Fuinha ou Marta (Martes foina).
Foto de Zefram

Reprodução: A época de acasalamento deste animal varia entre julho e agosto, mas a implantação do óvulo no útero da fêmea é retardada até à primavera seguinte. Têm um período de gestação, propriamente dito de cerca de 30 dias, ao fim do qual nascem entre 3 a 5 filhotes. As crias após o nascimento, ainda permanecem no ninho e aos cuidados da mãe, durante cerca de 2 meses. Após este período tornam-se independentes e atingem a sua maturidade sexual por volta dos 2 a 3 anos de vida.


Distribuição: A fuinha pode ser encontrada por toda a Europa Continental, exceto na Escandinávia e em algumas ilhas do Mediterrâneo. Em Portugal é comum em todo o seu território.


Conhece esta e outras espécies no Cantinho dos Animais.




segunda-feira, 3 de Novembro de 2014

Cuidados a ter com o sistema circulatório


O sistema circulatório tem um papel essencial no funcionamento do organismo humano. O sistema circulatório é o responsável pelo transporte e distribuição de oxigénio, nutrientes e outras substâncias para as células, mas também, pelo transporte de resíduos do metabolismo corporal para os locais de excreção. O sistema circulatório, também denominado de sistema cardiovascular, é constituído pelo coração e pelos vasos sanguíneos, tendo cada um uma determinada função. Para saberes mais sobre a constituição do sistema circulatório, clica AQUI.

Cuidados a ter com o sistema circulatório






Gif feito por Nevit Dilmen
No entanto, tal como qualquer órgão ou sistema do organismo humano, para que o sistema circulatório funcione devidamente, são necessários alguns cuidados. De seguida podes conhecer os cuidados a ter com o sistema circulatório para que ele se mantenha saudável e a funcionar em pleno.


Cuidados a ter com o sistema circulatório


- Alimentação equilibrada

Cuidados a ter com o sistema circulatório

Uma alimentação equilibrada é a solução para prevenir a grande maioria dos problemas de saúde. Assim, deves ter sempre uma alimentação saudável, que não tenha demasiado fritos e doces, pois o teu corpo guarda os hidratos de carbono e as gorduras que não usas em forma de massa gorda, que pode acumular-se nas artérias. 


- Exercício físico regular

Cuidados a ter com o sistema circulatório
Foto de Nevit Dilmen
O coração é essencialmente um músculo, e como qualquer outro, para se manter saudável e forte, tem de ser exercitado. Além disso, a prática regular de atividade física ajuda a queimar as gorduras em excesso, gorduras essas que podem acumular-se nos vasos sanguíneos, provocando problemas no funcionamento do sistema circulatório.


- Não fumar

Cuidados a ter com o sistema circulatório

O fumo do tabaco contém inúmeras substâncias extremamente prejudiciais à saúde. Uma dessas substâncias é o monóxido de carbono, que tem um efeito bastante negativo no sangue. O monóxido de carbono, ao entrar em contacto com os glóbulos vermelhos na hematose pulmonar, impede que estes consigam transportar oxigénio. Dessa forma, a capacidade de oxigenar as células fica reduzida, dificultando o funcionamento do sistema circulatório.


- Controlar a tensão arterial

Cuidados a ter com o sistema circulatório

É muito importante controlar frequentemente a tensão arterial de modo a verificar se os níveis estão adequados. 


- Não estar muito tempo de pé

Cuidados a ter com o sistema circulatório
Foto de David R. Tribble
Estar muito tempo de pé dificulta o retorno venoso, isto é, o regresso do sangue ao coração pelas veias. Assim, deves evitar estar muito tempo de pé.

segunda-feira, 27 de Outubro de 2014

Conheces este animal? - Guaxinim (Procyon lotor)


Características, alimentação, reprodução e distribuição do  Guaxinim (Procyon lotor)
Foto de Bernard Landgraf

Nome: Guaxinim (Procyon lotor)


Características: O guaxinim é um mamífero característico por possuir uma cabeça grande e o focinho pontiagudo. Podem medir entre 45 e 70 cm. O seu corpo é suportado por quatro patas e em cada extremidade tem um conjunto de 5 dedos. Tem o corpo coberto de pelo longo e espesso. No dorso e nos lados apresenta uma pelagem de tonalidade castanha acinzentada e no abdómen é de cor cinzenta clara. A cauda é longa, espessa e com anéis castanhos e pretos. Na cabeça apresenta uma espécie de “máscara”, uma vez que tem uma mancha preta dos olhos até às bochechas e outra que se estende entre os olhos e a testa, numa linha vertical.


Alimentação: Em relação à alimentação, este animal é essencialmente noturno. Tem um regime alimentar omnívoro com preferência por pássaros, ratos, insetos, peixes pequenos, lesmas, cobras e rãs. Quando estas presas estão escassas na natureza, o guaxinim também inclui na sua dieta alimentar ovos, nozes, cereais e frutas.

Características, alimentação, reprodução e distribuição do  Guaxinim (Procyon lotor)
Foto de Gaby Müller

Reprodução: Em relação à reprodução, o macho desta espécie, normalmente acasala com várias fêmeas, ao contrário das fêmeas que aceitam apenas um pretendente. Durante a primavera e após 9 meses de gestação, a fêmea dá à luz entre 3 a 5 filhos. As crias estão à responsabilidade e aos cuidados da mãe, durante aproximadamente 1 ano. Após este período, tornam-se independentes e deixam a companhia da mãe.


Distribuição: O habitat preferido deste animal são florestas próximas à água e pântanos. Pode ser encontrado com bastante frequência na América do Norte, do Centro e do sul, assim como na Europa Central.


Conhece esta e outras espécies no Cantinho dos Animais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude-nos a divulgar o nosso blog. Clique no botão abaixo.