quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Constituição de um microscópio ótico composto


O microscópio ótico composto (MOC) é um instrumento que permite observar objetos não visíveis a olho nu. É portanto um instrumento essencial para o estudo da Natureza, que existe em qualquer laboratório de escola e de investigação. O nome MOC está relacionado com o facto de a imagem ser resultado da combinação de duas lentes, que as tornam capazes de grandes ampliações.

Em baixo poderás ver um microscópio ótico composto, bem como a indicação de todos os seus componentes. Num MOC existem dois conjuntos de peças: a parte ótica e a parte mecânica. A parte ótica é constituída por todos os componentes que permitem a observação, enquanto que a parte mecânica é constituída por todas as peças que suportam as peças da parte ótica.


Constituição de um microscópio ótimo composto

desenho (adaptado) de Chiquidama

A parte ótica é composta pela lente ocular, pelas lentes objetivas, pelo espelho, diafragma e condensador. Hoje em dia, o espelho foi substituído por outras fontes de luz, como uma lâmpada ligada à eletricidade ou a pilhas.

A combinação da lente ocular com a lente objetiva é que determina o grau de ampliação. Por exemplo, se a lente ocular for x10 e a lente objetiva for x200, então a ampliação total resulta do produto entre esses números, alcançando-se assim uma ampliação de x2000.

A parte mecânica é composta por todos os outros componentes, que têm a função de suportar todos os constituintes da parte ótica.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude-nos a divulgar o nosso blog. Clique no botão abaixo.