segunda-feira, 5 de maio de 2014

Conheces este animal? - Imperador azul (Anax imperator)


Características, alimentação, reprodução e distribuição do Imperador azul (Anax imperator).
Imperador azul macho - foto de Loz (L. B. Tettenborn)

Nome: Imperador azul (Anax imperator)


Características: O imperador azul é a maior libélula da fauna portuguesa. Na fase larvar medem entre 45 e 65 mm de comprimento, são de cor acastanhada, possuem cabeça arredondada e olhos grandes. No estado adulto, um imperador azul pode atingir cerca de 75 mm de comprimento e 105 mm de envergadura. Em relação à coloração, os machos apresentam o abdómen azul vivo com uma risca no dorso negra, o tórax e a cabeça são verdes, os olhos são azuis ou esverdeados salientes. As fêmeas apresentam o abdómen e o tórax numa tonalidade esverdeada e coloração acastanhada nos últimos segmentos do abdómen. As semelhanças entre os dois sexos verificam-se ao nível da coloração acastanhada das patas e amarelada na base. As asas possuem filões negros, mas com a idade vão adquirindo uma tonalidade amarela acastanhada.


Alimentação: Em relação à alimentação e durante o estado larvar, este animal é um predador voraz de diversos animais aquáticos, nomeadamente larvas, alguns anfíbios, pequenos peixes, crustáceos, moluscos, larvas de mosquitos e outros invertebrados. Na fase de ninfa constitui alimento para outras larvas de libélulas, libelinhas, escaravelhos aquáticos e peixes. Na fase adulta, ou seja na fase aérea continua a ser um predador voraz e alimenta-se sobretudo de outras libélulas e libelinhas, borboletas e outros insetos voadores.

Características, alimentação, reprodução e distribuição do Imperador azul (Anax imperator).
Imperador azul fêmea - foto de Quartl

Reprodução: O acasalamento entre o macho e a fêmea Imperador azul ocorre em pleno voo. Após o acasalamento, os ovos são depositados pelas fêmeas, quase sempre numa vegetação flutuante ou em detritos vegetais e passadas 3 a 4 semanas, eclodem. Durante esta fase aquática, a ninfa passa por várias mudas durante as quais vai libertando o exosqueleto antigo e emerge num novo, mas de maiores dimensões, permitindo desta forma o crescimento da ninfa. Esta fase pode demorar até 2 anos, ao fim dos quais a ninfa emerge da água, fixa-se à vegetação e surge como um adulto totalmente desenvolvido e adaptado à vida aérea.


Distribuição: Este animal pode ser avistado desde o sul da Europa até à Suécia, Médio Oriente, Ásia Central, numa grande parte do norte e do sul de África. O Imperador azul é uma espécie nativa e muito comum em Portugal.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude-nos a divulgar o nosso blog. Clique no botão abaixo.