segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Camada de ozono está a aumentar


Após muitos anos em que a camada de ozono perdia espessura anualmente, criando-se um buraco cada vez maior, pela primeira vez a camada de ozono aumenta o seu densidade. Apesar de ser ainda um pequeno passo, esta notícia revelada pelo Programa Ambiental das Nações Unidas mostra que todos os esforços feitos nos últimos 20 anos para inverter a tendência de diminuição da espessura desta camada essencial para a vida na Terra estão a resultar.



O que é a camada de ozono

A camada de ozono, ou ozônio, como se diz no Brasil, é uma região da atmosfera terrestre com grande densidade de ozono. Esta região, que se encontra entre os 15 e 35 km de altitude, com uma espessura média de 10 km, concentra quase 90% de todo o ozono do planeta. A camada de ozono tem a função de filtrar a radiação solar, absorvendo a maior parte da energia solar, voltando a refleti-la para o espaço, e impedindo a passagem dos raios ultravioleta, muito prejudiciais para a vida na Terra e para a saúde das pessoas. Um dos seus efeitos nefastos é o cancro de pele, como o mais comum melanoma. Caso a camada de ozono deixasse de cumprir a sua função por completo, a vida no nosso planeta terminaria.

Foto de Sandro Salomon 


Redução do “buraco” de ozono

De acordo com um estudo das Nações Unidas, os níveis de espessura da camada de ozono começam a regressar aos verificados nos inícios da década de 80, sendo a principal razão apresentada a proibição de clorofluorcarbonetos (CFC), definida no Protocolo de Montreal. Os CFCs são os responsáveis pela redução da espessura da cada de ozono, e com a sua proibição, a camada de ozono conseguiu lentamente recuperar níveis mais aceitáveis.


Os CFCs, usados durante muitos anos em eletrodomésticos e sprays, foram banidos a partir do Protocolo de Montreal, em 1987. No entanto, apesar de terem sido proibidos, existem ainda reservas da atmosfera e no ambiente, o que leva a que o processo seja ainda mais demorado. Contudo, os cientistas acreditam que, de acordo com os resultados deste estudo, em 2050 os níveis de espessura da camada de ozono atinjam novamente os valores do início da década de 80. É portanto uma ótima notícia para o ambiente e para a humanidade, e que mostra que, com esforço e perseverança, é possível mudar o mundo para melhor. 




Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude-nos a divulgar o nosso blog. Clique no botão abaixo.