quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Retba - o lago cor-de-rosa


À partida, quem olha para o lago Retba, fica com a ideia de que está perante um grande desastre ambiental. Com as suas águas cor-de-rosa, quem chega a este lago sem conhecer as suas características naturais fica convencido de que um derramamento químico arruinou por completo aquele lago. No entanto, nada podia estar mais longe da verdade. Conheça a história do Retba, também conhecido por Lac Rose.

Mickaël T. / Siris / Jeff Attaway / Creative Commons 


Retba - o lago cor-de-rosa

Situado na península de Cap Vert, no Senegal, o lago Retba possui uma característica especial que torna as suas águas naturalmente rosa. Existe neste lago um tipo muito específico de alga, chamada de dunaliella salina, que em certas condições, se torna cor-de-rosa. 

A dunaliella salina, micro-alga halófica, encontra-se geralmente em zonas com grandes concentrações de sal. Durante a época seca, esta alga tem a particularidade de se tornar cor-de-rosa, dando assim essa tonalidade às águas do lago Retba, que tal como o Mar Morto, é um dos lagos mais salgados do mundo. Esta alga, além de oferecer uma paisagem bastante original, tem ainda algumas características antioxidantes que a tornam especialmente útil para o fabrico de suplementos dietéticos e cosméticos. 

Mickaël T. / Siris / Jeff Attaway / Creative Commons 

Mickaël T. / Siris / Jeff Attaway / Creative Commons 


Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude-nos a divulgar o nosso blog. Clique no botão abaixo.