quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Como é constituído o ar atmosférico


O ar que inspiramos é constituído por vários gases. O ar atmosférico, ou seja, aquele que existe à nossa volta, tem um grande conjunto de gases na sua constituição. Contudo, há três que, pela quantidade, são os principais. De seguida podes saber o que é o ar atmosférico, e ainda, quais os principais gases que o compõem.


Ar atmosférico

Apesar de o nome ar atmosférico indica que é o ar que existe na atmosfera, na realidade isso é apenas verdade parcialmente. A atmosfera é composta por várias camadas, que vão desde a mais próxima da superfície, a troposfera, até à mais distante, que faz a transição entre a atmosfera e o espaço, a exosfera. O ar atmosférico, com as características que conhecemos e do qual conseguimos retirar o oxigénio necessário para as nossa funções vitais, existe apenas na troposfera. 

Assim, o ar atmosférico é o ar que existe na troposfera, e que é composto por azoto (N), oxigénio (O2), dióxido de carbono (CO2) e gases raros. Há ainda componentes variáveis, como o vapor de água e algumas substâncias químicas, provenientes de incêndios ou atividade industrial.

  • Azoto: é o gás mais abundante, constituindo cerca de 78% do ar atmosférico.


  • Oxigénio: gás produzido pelas plantas e essencial para a realização das funções vitais de praticamente todos os organismos vivos do planeta. Constitui 21% do ar.


  • Dióxido de carbono: gás libertado pelos seres vivos durante a respiração celular e que é usado na fotossíntese das plantas, mas também da queima de combustíveis. Percentualmente é residual, fazendo parte dos restantes 1%, onde se incluem gases muito raros.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ajude-nos a divulgar o nosso blog. Clique no botão abaixo.